Talebã abandona discurso moderado e declara volta do Emirado Islâmico do Afeganistão


Talebã abandona discurso moderado e declara volta do Emirado Islâmico do Afeganistão


Data: 20/08/2021

As informações e filmagens vindas do Talibã por redes sociais, demionstram a crueldade vivenciada pela população daquele país; veja o que fala o site Metro1 sobre a evasão da população neste momento...

"Por meio de postagens nas redes sociais, o Talibã anunciou nesta quinta-feira (19) que o Afeganistão voltou a se chamar Emirado Islâmico do Afeganistão (EIA), o mesmo nome utilizado na primeira vez que os extremistas tomaram o país — período entre 1996 e 2001.

 A declaração foi divulgada em uma postagem de Zabihullah Mujahid, porta-voz que havia afirmado que o grupo teria atitudes mais moderadas.

Também nesta quinta, Waheedullah Hashimi, um dos principais comandantes do Talibã, afirmou que o EIA deve seguir leis semelhantes ao primeiro governo do grupo extremista, sem a possibilidade da implantação de uma democracia.

“Não haverá nada como um sistema democrático porque isso não tem nenhuma base no nosso país”, afirmou Hashimi. “Nós não vamos discutir qual será o tipo de sistema político que vamos aplicar no Afeganistão porque isso é claro: a lei é sharia [conjunto de regras islâmicas tradicionais], e é isso.”

Também nesta quinta-feira, Dia da Independência do Afeganistão, o grupo reagiu com violência aos primeiros sinais de resistência à sua tomada de poder.

Desafio

Por outro lado, grupos de afegãos desafiaram o Talibã nesta quinta, levantando bandeiras nacionais no Dia da Independência do país, enquanto o filho do lendário comandante Ahmed Massud, que lutou contra os extremistas há duas décadas, chamou à resistência e pediu armas aos Estados Unidos.

Milhares de pessoas permaneciam bloqueadas em Cabul, em sua tentativa de deixar o país. Enquanto isso, aviões de todo o mundo pousavam constantemente, tentando resgatar o maior número de pessoas possível.

Pequenos grupos de afegãos tomaram as ruas de Cabul e outras cidades, como Asadabad (leste), com a bandeira tricolor do país, enquanto prédios oficiais e carros das patrulhas do Talibã exibiam a bandeira branca com um slogan islâmico.

Perto de Wazir Akbar Khan, nos arredores da capital, os manifestantes encontraram um veículo dos talibãs. O carro diminuiu a velocidade, mas depois partiu, ignorando os que estavam reunidos.

Mas o medo aumenta a cada dia que passa no Afeganistão, onde o Talibã reconquistou o poder em poucas semanas e quase sem luta. No domingo, o movimento tomou a capital.

Os talibãs estão intensificando suas buscas por pessoas que trabalharam com as forças dos EUA e da Otan, de acordo com um documento confidencial das Nações Unidas, que alerta para a possibilidade de "tortura e execuções", apesar de combatentes prometerem não se vingar".

 

#Talebã #abandona #discurso #moderado #e #declara #volta #do #Emirado #Islâmico #do #Afeganistão